Benefícios do Jejum

7 02 2012

O Jejum é a oração do corpo.”

Se houve um tempo em que a nossa juventude deve depender completamente de Deus, esse tempo é agora, esse tempo já chegou e com o mesmo os seus tremendos desafios. Satanás nunca esteve tão ativo assediando os nossos jovens como nesses últimos dez anos. Pois, ele sabe ‘que pouco tempo lhe resta’. O Inimigo tem apresentado inúmeras opções maliciosas de entretenimentos e diversões para desencaminhar os nossos jovens dos caminhos de Deus. É imperioso vigiar e orar como nunca antes.

O Desafio Jovem da década

Diante desses desafios, creio que os nossos jovens nunca precisaram tanto ser seletivos em relação aquilo que lêem, ouvem e especialmente ao que vêem. Eu estou seguro de que o nosso maior desafio para os próximos dez anos, como igreja adventista; seja como líderes de jovens de um continente ou de uma igreja local, chama-se: Internet e suas múltiplas opções de diversões. Diante desse quadro nos perguntamos: Como podemos ajudar a nossa juventude a ser seletiva no uso das mais diversas mídias?

Jovens de Jejum e Oração

Somente levando os nossos jovens a terem uma sistemática e profunda comunhão diária com Jesus. Se partirmos do princípio de que religião é relacionamento, então, a Internet é a mais bem sucedida religião de todos os tempos; pois, o jovem brasileiro passa em média de uma a cinco horas por dia na frente do computador, e a média de idade entre a maioria dos internautas está entre 16 e 24 anos de idade, e o grande tema buscado: Entretenimento ou diversão.

Evidentemente que a saída inteligente para os nossos jovens é o princípio bíblico da seletividade (1 Cor 10:31); então podemos nos perguntar: De onde vêem os critérios para a minha seletividade? Ou ainda, como os nossos jovens poderão ser seletivos em todos os aspectos da vida, e de forma especial no uso das mídias?

A Bíblia – A Paixão da Geração Esperança

Somente estudando e aplicando de forma prática na vida os princípios da Bíblia sagrada. Eu estou certo de que, somente mantendo comunhão diária com Jesus é que os nossos jovens poderão prepara-se para enfrentar qualquer tipo de desafio real ou virtual; exercitando assim, a sua seletividade cristã.  Pois, não há como proibir os jovens de usar as mídias, até porque há muitas coisas boas no mundo cibernético, e sim, vamos orientá-los. E sim, a que sejam seletivos, essa é a voz de comando. O nosso slogan para os jovens na América do Sul é: ‘É a Bíblia na mão e Jesus no coração’. Onde estão os nossos princípios de seletividade?

Oito Princípios Para O Sábio Uso das Mídias

O jovem cristão tem que ser seletivo em tudo nessa vida, por sua vez, em Filipenses 4:8, Paulo apresenta oito princípios de seletividade para o jovem cristão de todos os tempos e de todos os lugares: “… É verdadeiro, é respeitável, é justo, é puro, é amável, é de boa fama, se há alguma virtude, e se algum louvor existe, seja isso que ocupe o vosso pensamento [mente].”

Separemos tempo para Deus, isto é; tempo com Jesus; isso dará ao jovem cristão uma visão criteriosa e crítica do que pode ser ‘degustado’ no cardápio de um jovem adventista cada dia. Na expectativa de termos uma juventude mais próxima de Jesus e mais comprometida com a missão da nossa igreja no continente, estamos desafiando os nossos jovens a que tenham um programa pessoal de oração e jejum.

Os Jovens adventistas tem algo Mais

O momento em que vivemos exige da nossa juventude algo mais, exige uma parcela muito maior de entrega e de sacrifício a Deus. A hora é agora; e se não for conosco, com quem vai ser? E se não for agora, quando será? Vamos esperar ‘morrer’ essa geração no deserto? Claro que não! A nossa juventude tem que ser mais ousada espiritualmente falando. É como diz a música do DVD jovem de 2010; é com jejum e oração.

A palavra jejum aparece vinte e sete vezes em toda a Bíblia, e em sua grande maioria, está sempre direcionada ou acompanhada com motivos e desafios especiais. Por exemplo, em Ester 4:16 quando é usada a expressão ‘jejuai’, no hebraico a palavra é tsuwm, que quer dizer ‘abster-se de alimento e jejuar’. Já em Mateus 17:21, apalavra para jejum no grego é nesteia, que significa: ‘jejum e abstinência voluntária, ou jejum como exercício religioso’.

Sugestões Para Um Dia de Jejum Jovem

Apartir de agora passo a enumerar algumas sugestões práticas de como poderemos ter um jejum super abençoado; seja num dia da semana, seja num dia do mês, ou até num dia do ano, buscando assim intensificar a vida espiritual dos nossos jovens, e levando-os a serem mais seletivos e criteriosos no uso das mídias e a serem mais comprometidos com a missão da igreja:

1º – Estabeleça um motivo especial  para o jejum.

Quando olhamos para a literatura bíblica, sempre encontramos motivos especiais para acontecerem os jejuns, eis alguns exemplos:

A- Davi esteve jejuando pela sobrevivência do seu filho com Bate-Seba (2 Sam 12:16);

B – Ester pediu para o seu povo jejuar por ela, pois o mesmo corria risco de vida e também de extermínio (Ester 4:14-17); o jejum uniu Israel por um motivo muito especial – a preservação da nação Israelita.

“Ester e as mulheres associadas a ela, por meio de jejum, oração e ação imediata, enfrentaram a questão, trazendo salvação a seu povo.” Recebereis Poder – MM, 1999, Pág. 270

C – Daniel quando descobriu que o seu povo passaria setenta anos no cativeiro babilônico, fez dessa descoberta motivos especiais de jejum e de oração (Dan 9:1-4).

De acordo com esses três fatos históricos, envolvendo três ilustres personagens do Antigo Testamento, me parece que as crises tendem a nos aproximar mais de Deus. Alguém disse que é nas crises que nós revelamos o nosso caráter. Eu diria também que é nas crises que nós descobrimos as nossas limitações em todos os sentidos. Os nossos desafios sejam eles materiais ou espirituais, sempre nos dão uma oportunidade para estreitarmos o nosso relacionamento com Deus.

2º – Faça o seu calendário de jejuns.

Como o jejum bíblico é basicamente a abstinência de alimento sólido e as vezes liquido também, é aconselhável, que você se programe para tal realização, pois, o seu corpo vai ser privado de uma rotina diária de alimentação sólida e liquida. Procure se ‘programar’ mentalmente, afinal de contas serão algumas horas sem alimento. Nesse dia o seu ‘alimento’ será a busca por Deus. Para os países e regiões muito quentes, não é aconselhável excluir o liquido do jejum.

Há pelos menos três longos jejuns na Bíblia, que eu os chamaria de jejuns excepcionais. Moisés fez um jejum de quarenta dias e quarenta noites, quando esteve no monte Sinai para receber as tábuas da santa lei de Deus, (Deut 9:9). Outro exemplo de um jejum extraordinário foi feito por Elias, também nas imediações do monte Horebe, e olha que nesse período Elias estava vivendo uma verdadeira crise, a ponto de pedir a própria morte (1 Reis 19:4-8). O fato é, que os jejuns irão marcar a sua vida para sempre.

Todavia, o exemplo clássico de um jejum extraordinário foi o de Jesus, no deserto da tentação, quando também jejuou quarenta dias e quarenta noites (Mat 4:1). Creio que o jejum de Jesus foi o divisor de águas em seu ministério terrestre, veja o que diz Ellen White, acerca desse jejum: “Foi para vencer o poder do apetite que, nos quarenta dias de jejum no deserto, Ele sofreu em nosso favor a mais rigorosa prova que a humanidade podia suportar.” Ciência do Bom Viver. Pág.333

Continue lendo »

Anúncios




Sete Segredos para Esfriar na fé

7 02 2012

Fazia já alguns anos que Paulinho havia sido batizado. Mas algo não andava bem em sua vida. Sentia que sua experiência religiosa mudara, não era mais a mesma de antes. Sentia-se “frio”.

Ouvimos muitas vezes se falar em “primeiro amor” e de pessoas que o perderam. Mas por que será que isso acontece? Por que será que encontramos irmãos que dizem ter desanimado na fé? Alguns chegam até a abandonar a Cristo e à Igreja.

Neste artigo, gostaria de valer-me da educação por contraste e apresentar sete maneiras infalíveis de esfriarmos em nossa fé. Atente para cada uma delas.

1. Deixe de ler a Bíblia. E se tiver de ler, faça isso de maneira rápida e superficial, apenas para cumprir o ano bíblico. Tá certo que o evangelho de S. João 5:39, diz-nos que devemos examinar as Escrituras, pois elas falam de Cristo, mas você não tem muito tempo para isso. Então, contente-se em estudar a Lição da Escola Sabatina apenas para dizer “sete” aos sábados.

Ah! Deixe de ler também o Espírito de Profecia. Ellen White diz em Testemunhos Seletos, Vol. II, pág.69: “O amor sincero à verdade e a cuidadosa obediência às instruções do Espírito de Profecia serão nossa única proteção contra os enganos do inimigo, os espíritos sedutores e as doutrinas de demônios”. Mas você já não tem tempo para ler a Bíblia, como vai ter para o Espírito de Profecia, não é mesmo? Ademais, você ja conhece a verdade, dificilmente será enganado por alguém…

2. Contente-se em orar alguns minutos pela manhã, ao meio-dia e à noite, quando o sono já mal permite a conversa com Deus.

É verdade que a irmã White diz que “se o Salvador dos homens, o Filho de Deus, sentia a necessidade de orar, quanto mais devemos nós, débeis e pecaminosos mortais que somos, sentir a necessidade de fervente e constante oração (…) As trevas do maligno envolvem os que negligenciam a oração. As sutis tentações do inimigo os incitam ao pecado; e tudo isso por não fazerem uso do privilégio da oração, que Deus lhes conferiu”.”Cumpre-nos buscar agora uma experiência profunda e viva nas coisas de Deus. Não temos sequer um momento a perder. Estamos no terreno encantado de Satanás. Não durmais, sentinelas de Deus”.[grifo acrescentado].

Tenho certeza que nos tempos de Ellen White o mundo não era tão agitado como hoje. Você tem que estudar para provas, trabalhar para prover o pão para o lar… E, afinal, não é para isso que existe o sábado, para colocarmos nossa vida espiri-tual em dia? Lá, na Igreja, você já ora o bastante.

E não é verdade que Deus já sabe tudo o que pensamos e precisamos? Então, pra que orar tanto?

3. Quando estiver na Igreja, fique à caça dos defeitos dos irmãos e esteja pronto para repreender, até publicamente se for preciso, os que estão em erro. Isso é zelo! E, em casa, procure falar mal dos irmãos.

É verdade que a Bíblia diz: “Guarda a tua língua do mal, e os teus lábios de falarem enganosamente” (Salmo 34:13); “Se alguém entre vós cuida ser religioso, e não refreia a sua língua, antes engana o seu coração, a religião desse é vã” (Tiago 1:26). Até a irmã White diz que “se pensássemos e falássemos mais em Jesus, e menos em nós mesmos teríamos muito mais de Sua presença”.3 Mas que mal há em falar um pouquinho deste ou daquele irmão? Isso até ajuda você a evitar os mesmos erros que outros cometem.

Continue lendo »





Multimídia do CD Jovem (Ministério da Música) 2012 – A Grande Esperança

5 02 2012

Videos extraídos do executável do Multimidia do CD/DVD 2012 do (Cd Jovem) Ministério da Música 2012

1 – Somos Teus

2 – Meu Tudo

3 – Eu Vou Para o Céu

Continue lendo »





Para refletir – Compromisso Total

30 01 2012

Para refletir…(27-30/01/12)
Compromisso Total

“Assim, pois, qualquer de vós, que não renuncia a tudo quanto tem, não pode ser meu discípulo” (Lucas 14:33).

Certa vez um porco e uma galinha viajaram juntos. Após muitos quilômetros e muitas horas na estrada, eles ficaram famintos. Os olhos perspicazes da galinha vislumbraram um restaurante. Ao se aproximarem da porta, encontraram uma placa que dizia: “Presunto e ovos, nossa especialidade!” Espere um instante!” gritou o porco. “Qual é o problema?” perguntou a galinha. “O problema é muito sério. Tudo que eles querem de você é uma contribuição. A mim estão pedindo um compromisso total!”

Estamos nós preparados para um compromisso total com Deus?
Estamos prontos a renunciar a todos os nossos interesses pessoais e dedicar a vida pela causa de Cristo? Estamos certos de que ao ouvir a pergunta do Senhor: “Quem há de ir por mim?” responderemos: “Eis-me aqui?”

A obra do Senhor consiste em uma entrega total. Não basta uma pequena contribuição de uma hora por semana, ou alguns minutos ao telefone, ou uma saída rápida para um ato generoso. É preciso muito mais que isso! Eu devo obedecer 24 horas por dia. Eu devo amar 30 dias por mês. Eu devo testemunhar das coisas de Deus 365 dias por ano. Ou sou um cristão em tempo integral ou não passo de um contribuinte esporádico pela causa celestial.

Muitas vezes vamos à igreja — quando nada temos de melhor a fazer. Muitas vezes demonstramos um ato de caridade — quando nos sobra ou não nos faz falta. Muitas vezes saímos para uma tarde evangelística — quando aproveitaremos para estar junto a uma pessoa de quem gostamos. São atitudes cristãs? Claro que sim. São atitudes de um verdadeiro servo de Deus? Claro que não.

Deus nos quer envolvidos em Sua obra. Quer um compromisso autêntico e sincero. Quer que sejamos luz em todos os momentos e bênçãos para todos que nos conhecem.

Você contribui, às vezes, para o trabalho do Senhor ou tem sido um cristão plenamente comprometido?

Visite nosso blog:
http://ministerio-pararefletir.blogspot.com

Caso tenha um amigo que deseja receber reflexões diárias e não participar de listas, basta preencher o formulário existente no link abaixo e assinar a lista de envio de apenas uma mensagem diária.

http://intervox.nce.ufrj.br/~tprobert/listas.html

Este convite não é para você deixar esta lista ou se unir a uma outra. Apenas para aqueles que não querem participar de nenhuma lista.

Paulo Barbosa – Um cego na Internet
Tel/Brasil: 31 3712-2248
Celular: 31 8602-3594
Tel/USA: 321-234-1386
tprobert@terra.com.br
Ministério Para Refletir – 15 anos de vitórias!
http://www.ministeriopararefletir.com





Balanço do ano de…

6 01 2012

Balanço do ano de _____________________

(Autoria: Priscila Pereira Silva – e-mail: priscila_pereirasilva@yahoo.com.br)

Cena: uma fila grande de pessoas, cada pessoa está com uma ficha nas mãos.

Avaliador 1: Hoje já e Natal, falta uma semana para o fim do ano. E hora de fazer um exame para ver como foi seu ano.

Avaliador 2: temos aqui uma balança que nos ajudará nesse exame. Essa incrível balança tem a capacidade de medir como foi seu ano, bom ou ruim, segundo os parâmetros celestes.Indivíduo 1: bom, esse ano não foi dos melhores, ainda não me formei, fui reprovado em algumas disciplinas. Fiz algumas coisas que não condizem com o comportamento de um verdadeiro cristão. Mas sabe como e, né? Ainda sou jovem e e muito difícil manter-me no caminho certo, mas dentro dos próximos anos vou melhorar, mas por enquanto não da.

Avaliador 1: bom, olhando sua ficha vejo que tem muitas páginas vermelhas, realmente nesse ano você não foi um(a) bom(a) menino(a). Mas vamos ver o que a balança nos diz.

Avaliador 2: suba na balança e meça quão bom foi seu ano. Lembro que essa e uma medida espiritual.

 Indivíduo 1 sobe na balança e a mesma indique que não foi suficientemente bom.

Avaliador 2: parece q realmente você tem q mudar muita coisa para o próximo ano. Fique aí do lado enquanto a balança mede os próximos candidatos.

Avaliador 1: próximo!

Indivíduo 2: bom realmente esse ano não foi dos melhores. No início do ano fiz vários projetos de que mudaria de vida. Comecei a fazer o ano bíblico, pelo menos dessa vez fui mais longe cheguei em I Reis. Mas não entendo porque não consigo ir além do mês de abril, qual será o meu problema? Depois que atrasei o ano bíblico uma semana, desbanderei. Em julho nem a içao mais eu estudava. Em setembro ir a igreja no sábado já estava sendo difícil, ir ao J.A. então? Um verdadeiro sacrilegio! Sei que não fui suficientemente bom, mas no proximo ano…

Avaliador 2: bom amigo acho que está na hora de você confiar menos em você mesmo e mais em Jesus nosso salvador. Mas eu não sou o seu Avaliador, a balança nos dirá o quão bm você realmente foi. Suba nela e vamos ver a resposta dela.

 Indivíduo 2 sobe na balança e a mesma indique que não foi suficientemente bom.

Avaliador 1: é amigo, realmente você precisa melhorar no próximo ano, mas não se esqueça de pedir a Jesus que lhe de forças para ficar firme até dezembro. Tenho uma dica para você ore todos os dias e peça a a Deus para lhe dar forças e assim sua chance de chegar firme até o fim do ano será muito maior.

Avaliador 2: Próximo!

Indivíduo 3: bom, sabe o último que fez a medida na balança? Pois é, ele freqüenta minha igreja e todo ano é a mesma ladainha, ele acha que vai melhorar começa a ir em todos os cultos e logo ele desanima ele é o que eu chamo de cristão fogo de palha. No início tem um fogo alto, mas logo se apaga. Bom mas eu sou um cristão constante, não oscilo muito. É claro que sou ser humano e as vezes eu fracasso, mas logo dou conta do meu erro e já me corrijo. Bom eu faço ano bíblico todos os anos, leio lição da escola sabatina todos os dias, vou a todos os cultos, tenho uma vida equilibrada segundo os princípios de saúde e modéstia cristã. Bom vamos ver o que a balança diz… Na verdade para ano que vem fiz um único planejamento: fazer tdo igual fiz esse ano.

Avaliador 2: vamos lá senhor cristão verdadeiro suba na balança e meça o quão bom você foi.

 Indivíduo 3 sobe na balança e a mesma indique que não foi suficientemente bom.

Indivíduo 3: isso é um absurdo! Essa balança só pode estar com defeito! Quero uma revisão agora! Chame os superiores!

Avaliador 1: meu amigo, antes de fazermos uma revisão na balança gostaria que me respondesse uma pergunta: você realmente fez o ano bíblico completo? Você estudou o livro de gálatas?

Indivíduo 3: porque você está me perguntando isso? Claro que estudei!

Avaliador 2: Se você estudou parece que não aprendeu muita coisa, não é mesmo? Em gálatas Paulo disse que não é simplesmente obedecer a lei que nos garante a salvação. Você deve amar o se próximo como a ti mesmo!

Avaliador 2: Próximo!

Continue lendo »





Wallpaper’s Estilo JA

30 12 2011

Como todos os anos, o site www.EstiloJA.com.br nos presenteia com Lindos Papeis de Parede com o Tema Jovem do Ano. Mis uma Vez Obrigado Alexandre Pereira, pela sua Colaboração





Para refletir…(19-25/12/11)

21 12 2011

Emanuel, Deus Conosco — Verdadeiro Natal

“Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chamá-lo-ão pelo nome de EMANUEL, Que traduzido é: Deus conosco” (Mateus 1:23). Dois missionários foram presos e encarcerados na mesma cela. Estavam proibidos de falar um com o outro.

Chegou o Natal. Um dos missionários, amedrontado e calado, sentou-se no chão coberto com feno. Mexendo com os pedaços de feno ao redor, ele descobriu que poderia, mesmo sem falar, comunicar-se com o companheiro de prisão.

Ele escreveu a palavra “Emanuel”. Assim que seu amigo leu o que estava escrito no chão, viu-se tomado de grande alegria. Eles estavam aprisionados, mas criam que o Deus Emanuel estava com eles e, por fim, lhes daria a vitória. O que tem sido o Natal para nós? Um dia de festa? Um dia de comidas especiais?

Uma ocasião para beber até não aguentar mais? Ou uma oportunidade de dizer ao mundo que Jesus nasceu e está conosco, para nos dar vida e vida abundante? O que é mais importante: dar um presente de amigo oculto ou dizer ao presenteado que o verdadeiro Amigo, motivo do Natal, jamais estará escondido? O que é mais importante: a troca de abraços e brindes em volta de uma mesa ou uma palavra de ânimo e conforto, tal como “O aniversariante aqui comemorado ama a você e quer perdoar seus pecados e dar-lhe vida eterna?

O que é mais importante: comprar roupas novas para uma celebração ou pedir ao Senhor, que nasceu, para nos dar roupas novas, alvas e puras, que nos tornem brilhantes para a glória do Seu nome?

O dia do nascimento de Cristo é, realmente, 25 de dezembro? Provavelmente não. Mas, não estamos celebrando o dia e nem os costumes mundanos. Estamos celebrando o fato do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo ter nascido. Ele nasceu! Isso é o que realmente importa! Nasceu em nossos corações e, por isso, estamos muito felizes. Vamos encontrar, neste Natal, todas as maneiras possíveis de comunicar que o verdadeiro Natal está em ter o Senhor Jesus, o Deus Emanuel, o Deus conosco, a nosso lado… todos os dias… para sempre.

Feliz Natal para todos! Paulo Barbosa

Um cego na Internet

Tel/Brasil: 31 3712-2248 Celular: 31 8602-3594

Tel/USA: 321-234-1386 tprobert@terra.com.br

Ministério Para Refletir – 15 anos de vitórias!

http://www.ministeriopararefletir.com








%d blogueiros gostam disto: