Clube de Leitura 2012 – Desbravadores – “O Livro Amargo”

26 09 2011

O Autor do livro Denis Cruz, passou essa informação na Comunidade Adventista no orkut.

vejam o video de divulgação do livro

Anúncios




Trabalhando com Adolescentes na Igreja

27 02 2010

1. Evite trabalhar em cima de proibições, procure sempre discutir em cima de argumentação. Ao invés de dizer “Isso é errado…” procure leva-los a usar a razão, que está sendo rapidamente desenvolvida nesta fase, tipo: “Por que você acha que isso não é errado?” “Você já pensou nisso….?”. Ao discutir em cima de argumentos você se torna mais aceita e ouvida.

2. Procure se manter atualizada e falar sobre qualquer assunto pela ótica deles/delas. Filmes, roupas, artistas, etc. Mesmo que não façam sua cabeça, procure conhecer um pouco para não ficar alienada do mundo deles. Estar atualizada com o que eles falam é a porta de entrada para leva-los/as a ouvir o que você quer dizer.

3. Demonstre interesse pessoal a cada um/uma. Nesta fase a carência afetiva aumenta tremendamente e o medo de rejeição também. Eles querem saber que tem valor como pessoas. Saiba o nome e os/as chame assim. Tome conhecimento de questões particulares de cada um, e procure sempre mostrar interesse pelo andamento destas questões, mostrando que os assuntos deles são importante para você. Eles precisam sentir que tem valor para você. Isso abre tremendamente as portas.

4. Promova atividades que envolvam aventura e sociabilização. Eles tem energias para gastar, e devem fazê-lo em atividades da igreja. Além disso, gostam de estar com a turma. Procure reuni-los e tirar deles as informações sobre o que gostariam de fazer com os colegas da igreja.

5. Evite trata-los com crianças. Eles se sentem adultos e querem ser tratados como tal.

6. Lute por eles. Eles amam as pessoas que eles vêem fazendo o melhor por eles.

7. Organize programas na igreja onde eles sejam participantes e não espectadores. Lembre-se, mais uma vez: evite tentar leva-los a participar sozinhos, mas tente sempre envolver grupos. Eles são muito inseguros, e gostam de viver em turma. Um Coral Jovem, por exemplo é um bom caminho para envolver os jovens em uma atividade espiritual em grupo.

8. Ore muito por eles, e diga sempre isso para que eles saibam. Deus os conhece particularmente, e o que es sugestões gerais não fizerem, Deus lhe iluminará para saber e fazer.

Fonte: Capacitando a sua liderança








%d blogueiros gostam disto: