ESPÍRITO DO NATAL

6 11 2009

arbolf

“Tudo o que fizestes a um destes pequeninos, a mim o fizestes.”

Personagens: Dona Margarida – mãe
Doroti – filha
Jaci – filha
Deise, Estela e Edite – amigas
O Espírito do Natal – uma moça

Cenário: Numa sala, uma mesa com algumas cadeiras. Sobre a mesa estão alguns presentes e papéis para embrulho. Doroti e Jaci estão na sala, ornamentando a árvore de Natal.

D.Margarida: (Entrando) Hummm… mais presentes! Como está linda a nossa árvore de Natal!… Que beleza ficará à noite, quando o brilho das luzes se refletir nos muitos enfeites vermelhos, dourados e prateados! Vamos começar logo a embrulhar os presentes e fazer os planos para a festa desta noite.

Doroti: Já aprontei a caixa para a vovó. Veja como ficou bonito o laço em cima, formando uma rosa!

D.Margarida: Está mesmo lindo! Como minha filha é caprichosa. A vovó vai gostar! Esse é o presente que você vai oferecer, e olhe este vestido, ela vai gostar também.

Jaci: (Arrumando os papéis) Aqui estão os papéis bonitos para embrulhar os presentes, não podemos esquecer os parentes mais íntimos.

D.Margarida: Os presentes que darei a vocês serão, como sempre, uma surpresa. Penso que acertei, irão gostar por certo.

Jaci: Então é só hoje a noite que poderemos saber o que é?

D.Margarida: Sim, só na hora da distribuição. (As três, enquanto conversam, cortam os papéis e vão embrulhando).

Doroti: Estou curiosa mesmo… Não vejo a hora de ver o papai com as vestimentas de Papai Noel, chamando-nos. A vovó, a titia e as primas também festejarão conosco e isto é ótimo.

Jaci: Este corte de fazenda é para a tia Maria. (Começa a embrulhá-lo). Este outro é para a prima Luci.

D.Margarida: Continuem fazendo os pacotes enquanto vou fazer outras coisas. (Sai)

Doroti: Olha que camisa fina! Com certeza é para papai. Vamos deixar que a mamãe mesma faça esse pacote, porque para o papai ela tem a sua maneira toda especial.

Jaci: E todos estes vidros de perfume. Alguns mais finos, outros mais modestos…

Doroti: Quando mamãe chegar ela indicará as pessoas a quem dar.

Jaci: Vou separá-los. Os melhores para os amigos mais distintos, os outros para os mais humildes.

D. Margarida: (Entra trazendo roupas usadas)

Doroti: Que é isso? Entre tanta coisa bonita, misturar essas roupas velhas e desbotadas?

D.Margarida: Isto é para dar para alguns parentes pobres (tomando as peças de roupa). Esta saia desbotada é para a tia Lúcia; esta outra é para a tia Alzira, e estas aqui para as priminhas, etc.

Doroti: (Examinando as peças e rindo) Ainda bem que os pobres aceitam tudo, mesmo no dia de Natal!

D.Margarida: Vou mandar muita roupa, vou procurar outras mais. O pastor no último sermão falou bastante sobre o assunto de deixar nossa luz brilhar, ajudando os outros. Penso que fazendo assim…

Jaci: (Interrompendo) Penso, mamãe, que no Natal a luz devia brilhar bem diferente! A senhora sabe melhor do que eu, que os pobres não só necessitam de roupas, mas também de um pouco do nosso amor!

D.Margarida: Verdade, eles não sabem que Jesus é a luz que ilumina a todo homem que vem ao mundo. Vou escrever também algumas cartas com passagens bíblicas e colocá-las juntamente com as roupas.

Jaci: Vou buscar uma caixa grande onde colocaremos as roupas.

Doroti: Boa idéia! Assim não precisaremos gastar esses papéis bonitos. Estou contente que a senhora está mandando este casaco. Eu nunca gostei dele, nem quando era novo.
D.Margarida: (Dobrando as roupas)

Jaci: Pronto mamãe, aqui está a caixa. A roupa já é bem usada mas a tia Lúcia é caprichosa e vai cerzi-las bem.

Doroti: Mamãe, a senhora vai mandar doces também?

D.Margarida: Compro algumas balas baratinhas e as crianças vão gostar.

Jaci: Mamãe, mande também aquele blusão que ganhei de aniversário.

D. Margarida: Que idéia menina! Aquele blusão ainda é bem novo. Estou mandando só as roupas que estão fora de uso.

Jaci: A senhora está dizendo que quer fazer bem aos pobres? Dar roupa estragada é fazer bem?

(Alguém bate à porta).

D.Margarida:
Vamos esconder tudo na caixa para que não vejam a roupa velha…

Deise: Boa tarde para todos.

D. Margarida:
Sente-se, Deise.

Deise: A sala está mesmo com aspecto de Natal!

Doroti: E o cheiro que vem da cozinha ainda melhor.

D. Margarida: Estamos um pouco atrasadas porque resolvi hoje mandar esta caixa com roupas para alguns parentes mais necessitados.

Deise: Que excelente obra de caridade a senhora está fazendo. Que alegria,
quando receberem essa caixa cheia de presentes! Eu também vou dar um jantar para os meus pobrezinhos em minha casa. Que pelo menos um dia se alegrem. E na árvore de Natal haverá um presente para cada um deles.

D. Margarida: Que trabalho, Deise, dar um jantar para os pobres em sua casa e ainda se preocupar em comprar presentes! O meu trabalho para com os pobres é só embrulhar esta caixa e mandar um carregador levá-la.

(Doroti e Jaci continuam sempre embrulhando os presentes)

Doroti: (Olhando para fora) Lá vem Estela e Edite.

Doroti: Entrem e sentem-se.
Estela e Edite: Boa tarde para todas!

Edite: Estamos fazendo os últimos preparativos para o Natal e viermos desejar-lhes um feliz Natal!

D. Margarida: Vejam só a idéia de Deise! Vai dar um jantar para os pobres na casa dela neste Natal!

Estela: Que alma corajosa! Quanto trabalho! O Natal é uma festa familiar e atender os pobres nesse dia, para mim, perderia toda a alegria. Eu comprei apenas uns docinhos bem baratinhos e vou distribuir aos pobres que estão na
minha vizinhança.

Edite: Eu também vou fazer a mesma coisa, penso que assim também estou fazendo a minha parte. Já percebi que Deise pensa diferente. Sempre submissa, bondosa e corajosa.

Deise: Não, não é preciso muita coragem. Para mim é um prazer tê-los comigo, pois quero falar-lhes do significado deste dia.

Estela: O Natal é um dia maravilhoso! É um momento para fortalecer os laços de amizade das famílias, quando todos se reúnem para festejar este grande dia, o mais alegre do ano.

D. Margarida: E como se come nesse dia! Para mim também é a festa mais alegre do ano. Isto porque é o aniversário do nascimento de Jesus.

(Entra uma moça com um vestido comprido, trazendo uma faixa presa ao mesmo com o seguinte dizer: ESPÍRITO DO NATAL).

Espirito do Natal: O dia do Natal é um dia feliz, todos estão contentes, mas que festa esquisita! O Aniversariante é esquecido em seu próprio aniversário!
(Retira-se).

(Um narrador fora do palco, diz as seguintes palavras, bem pausadamente) :

“Tudo o que fizerdes a um destes meus pequeninos, a Mim o Fazeis!”

D. Margarida: O aniversário de Jesus ser esquecido? Mas, não estamos festejando por causa dEle? É por Ele que as famílias se reúnem, é por Ele que damos aos pobres!

Espirito do Natal:
(Volta) O que estão fazendo para Cristo no Seu dia? O que estais dando aos pobres?

(O narrador repete fora do palco, às ocultas, a mesma frase: “Tudo o que fizerdes a um destes meus pequeninos, a Mim o fazeis!”)

Espirito do Natal: Sim, o Natal é um dia alegre, mas que estais dando ao aniversariante? O que estais dando aos pobres? O Espirito do Natal não toca o vosso coração? Meditem Por um minuto: Não estais absorvidas mais consigo mesmas que com Jesus? (Sai)

D. Margarida: Tudo o que fizerdes a um dos pequeninos, a Mim o fazeis? Preciso meditar mais sobre isso…

Espirito do Natal: (Volta) Dona Margarida, a senhora está dando sim, mas está dando as roupas que não são boas, roupas estragadas que não quer mais.
Você Estela, e você Edite, estão querendo alegrar as crianças pobres com as piores bolachas. Não sabem que Cristo foi uma vez criancinha? Distribuindo essa escassa provisão, essas roupas estragadas, vos lembrastes acaso que estás dando ao Senhor da glória? Tereis coragem de dar ao aniversariante os piores doces, quando as vossas mesas estão abarrotadas das melhores comidas?
Tereis coragem de dar ao Aniversariante as roupas inferiores em comparação com os vossos muitos e ricos presentes? (Sai)

D.Margarida: Estou envergonhada. Pensava que neste Natal estava fazendo uma grande caridade mandando esta roupa. Vou comprar outras fazendas e mandar um bom presente junto com o que vai aqui.

Estela: Eu vou ajudar uma pobre velhinha a fazer as compras que precisa para que passe com seus netinhos um Natal melhor.

Edite: Vou fazer as melhores bolachas que sei fazer para dar às crianças pobres que conheço. Também me sinto envergonhada.

Espirito do Natal:
Quando banquetear-vos em vossa farta mesa, lembrai-vos também de que Cristo encontra-se faminto na pessoa daquelas crianças esfarrapadas e de pés descalços. Os pobres não só precisam roupas e alimentos, eles precisam de Jesus e de vosso amor. Ensinem aos pobres que festejamos o Natal como aniversário dAquele que deu Sua vida por nós. Já falaram a outros que Deus amou o mundo e deu Seu Filho por nós? (Sai)

Doroti: Agora percebo que somos egoístas. Quão pouco temos feito por Jesus, hoje recebi o melhor presente; recebi a Jesus no meu coração. Falarei a quantos puder da belíssima história do Natal. E nunca mais representarei neste dia…

D.Margarida: Concentremo-nos em dar ao Senhor Jesus, na pessoa dos pobres, em Seu dia, e que o verdadeiro espírito do Natal venha, em verdade, encher o nosso coração.

Estela: Vou mostrar às criancinhas pobres a minha árvore. Vou dizer que as velas acesas significam que Jesus é a luz do mundo para guiar os nossos passos.
O ouro que Ele recebeu dos Magos, significa que Ele é o nosso Rei, e que quer morar em nosso coração. Os enfeites vermelhos significam que Ele derramou Seu Sangue por nós.

Espírito do Natal: (Dando um passo à frente e falando à congregação) Ele recebeu dos magos, ouro, incenso e mirra, e vós neste dia de Natal, que ofertas estais pensando trazer para o menino de Belém? Examinai o vosso coração e oferecei ao Salvador do mundo, o ouro de que Ele é digno. Recebei o presente que Deus deu ao mundo para gozardes um verdadeiro Natal.

Marcello Fundão –  IASD Central de São Mateus E.S.


Ações

Information

3 responses

26 11 2009
Vanessa

Lindo, maravilhoso, amei!!!!!!!!!!!!

2 12 2009
catarina

adorei mesmo fixe

3 12 2009
Lenimar Brandão

Muito linda esta peça, amei.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: