SOJA 2009 – TRÊS JOVENS BRILHANTES

16 06 2009

Segundo Sábado – Semana de Oração Jovem

TRÊS JOVENS BRILHANTES

(Objetivo: Revisar todos os 6 desafios da Semana de Oração JA. Sugerir que façam uma avaliação pessoal de quais desafios mais ajudaram na caminhada cristã dessa semana e motivá-los a continuarem por mais alguns dias para firmar os bons hábitos aprendidos. Apelar para os visitantes a decidirem-se por Jesus “o quarto homem da fornalha”, e para que os membros se reconsagrem inteiramente e sem reservas ao Senhor.)

INTRODUÇÃO

Milhares de jovens se acotovelavam naquele Show de Rock para ver de perto seu ídolo cantar. Em meio a todo aquele povo, ouviam-se gritos histéricos de fãs como que enlouquecidos. Fred Mercury que já estava com Aids em estado avançado, sentia-se fraco. Recebera em seu corpo esse vírus mortal em seus “relacionamentos” imorais. O pecado custa caro – a própria vida!

No meio da apresentação ele para de cantar e faz uma pergunta aos jovens e adolescentes:

“- Para quê serve a vida?”

Uma multidão antes barulhenta, agora silencia… e ninguém soube responder para quê serve a

vida. Eu te pergunto: para quê serve a vida? – Para brilhar por Jesus!

1. OS 6 DESAFIOS

Nesta semana procuramos viver intensamente nosso relacionamento com Jesus. Dedicamos tempo para confirmar que a vida de um cristão serve para iluminar outras vidas. Que brilhar por Jesus deve ser nosso alvo todos os dias.

Desenvolvemos os 6 brilhantes desafios que foram praticados pela maioria de nós. Vamos analisar essas propostas de novos hábitos espirituais.

1. Desenvolver a hora de orar.

A partir de hoje, será melhor se você mudar de lugar os adesivos da “Hora de Orar”. Depois de um tempo se torna uma rotina você ver o adesivo no mesmo lugar e acaba não fazendo sua oração quando vê. É mais ou menos assim: Você vê mas não enxerga. Portanto escolha outras maneiras de ser lembrado que deve orar sem cessar.

2. Participar das Férias do Barulho.

Hoje você termina esse desafio de se desligar dos sons, TV, internet, jornais, revistas, etc. Mas duas coisas são importantes de se lembrar: a primeira é de que junto com a família, ou individualmente, é necessário avaliar quanto tempo se tem desperdiçado com essas coisas e quais programas ou músicas os ajudarão na vida cristã. Será bom delimitar um tempo, ou restringir programas, abandonar certos tipos de músicas.

O segundo lembrete é para programarem de fazer as Férias do Barulho em casa pelo menos umas 3 vezes no ano. Toda a família será beneficiada e até a conta de luz vai ficar um pouco mais barata.

3. Ler um capítulo da Bíblia (pelo menos).

É claro que não vamos parar de ler a Bíblia. Então é preciso continuar o Ano Bíblico e arraigar o bom hábito de ler a Palavra de Deus todos os dias. Sublinhe os versos que gosta. Procure ler sempre no mesmo horário. Continue buscando tesouros escondidos na Bíblia.

4. Não se levantar sem primeiro se ajoelhar.

Dizem que para formar um novo hábito é necessário repeti-lo pelo menos por 40 dias. É por isso que precisamos continuar com o bom costume aprendido nessa semana de não ficar em pé sem primeiro se ajoelhar. Não pular da cama sem primeiro colocar os joelhos no chão. O inimigo e todas as suas hostes do mal não conseguem nem mesmo chegar perto do filho de Deus que está ajoelhado orando.

5. Falar bem de tudo e de todos.

É difícil segurar o “veneno” de falar mal ou “pelas costas”. Mais complicado ainda é controlar esse pequeno membro do nosso corpo que é a língua, e mantê-lo em “rédeas curtas”. Acho que podemos prosseguir com esse desafio, procurando sempre ver e ouvir coisas que elevam nosso espírito e falar o que edifica.

Ser otimista, alegre, entusiasta e íntegro, também faz parte deste desafio. Sejamos todos aqui na igreja e principalmente lá fora, homens e mulheres, jovens e juvenis que elogiem em vez de criticar, que abracem em vez de cruzar os braços, que sorriem em vez de “fecharem a cara”. Vamos atrair pessoas pela nossa bondade, cortesia e boas maneiras.

6. Refletir Jesus ao próximo.

Você é um farol que Deus colocou para iluminar sua casa, seu local de trabalho e sua escola. Se você não brilhar, as trevas continuarão a cobrir a vida de milhares de perdidos. Se apenas um raio de luz por Jesus já irá ajudar a muitos a encontrarem o caminho.

Existem mil maneiras de testemunhar. Invente a sua! Se não quiser inventar, use as dezenas de métodos que a igreja oferece. Envolva-se na missão. Seremos missionários ou não seremos nada.

2. MAIS BRILHANTES QUE O FOGO

Daniel 1:3 e 4. Eles eram jovens bonitos, inteligentes e saudáveis, mas estavam longe de casa. Sem chance de voltar tão cedo. Talvez nunca voltassem. Vivendo, estudando e trabalhando num país idólatra e politeísta, sem sua amada igreja e seus irmãos.

Assim que chegaram deportados de seu próprio país, para estudarem e trabalharem no palácio, receberam apelidos do próprio chefe dos eunucos. Ananias foi chamado de Sadraque.

Misael ficou como Mesaque e Azarias recebeu o apelido de Abedenego.

Seus nomes eram muito significativos em Israel, mas agora Babilônia queria influenciá-los para serem idólatras como eles.

Ananias significa “O Senhor tem sido misericordioso”; ficou como Sadraque, “Servo de Áku, o deus da lua Sin”. Misael que significa “Quem é como Deus”, foi chamado de Mesaque, “Quem é igual a Áku (deus da lua).

Azarias, “O Senhor ajudou”, foi apelidado de Abedenego, “Servo de Nebo” (deus babilônico, também encontrado no nome Nabucodonozor, “Nebo protege das desgraças”).

Foi assim que Babilônia queria moldar aqueles rapazes e infundir sua cultura e seus costumes pagãos a eles. Mas eles resolveram, junto com Daniel, continuarem a servir unicamente ao Deus verdadeiro e serem temperantes. Não passou muito tempo até que fossem novamente provados, mas agora diante de uma multidão.

Daniel 3:1-6. O que você faria numa situação em que é o único fi lho de Deus e todos os outros

o estivessem “empurrando” para desobedecer ao seu Deus? Daniel 3:13-18. Existirá em nossa igreja hoje, jovens tão destemidos e comprometidos em brilhar por Deus?

Daniel 3:19-25. Bem, todos já conhecemos a história. O “quarto homem da fornalha” nunca abandona Seus queridos fi lhos. Faz com que eles sejam mais brilhantes que o fogo. Nenhum fio de cabelo se queima. Andam sobre brasas e não se ferem. “Não há outro deus que possa livrar como este.” Daniel 3:29.

3. HERÓIS NEM SEMPRE VENCEM

Há uma frase sobre a vida cristã que nos ensina uma importante lição: “Heróis não são aqueles que sempre vencem; mas são aqueles que, mesmo humilhados no pó da derrota, ainda conservam o ânimo para a luta.” Mesmo que algumas vezes sejamos derrotados, não devemos abandonar a luta.

Arrastando-se ou manquejando, abatidos ou feridos, mas sem desanimar jamais. “Aquele que está em pé, cuide que não caia”. I Cor. 10:12.

I João 2:1 “Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.”

Busquemos forças em Deus sempre e, se cairmos pelo caminho, não ficaremos caídos. Não somos como as árvores que quando quebradas pela fúria da tempestade, não conseguem reerguer-se. Devemos ser como a bússola que não se deixa abalar, por mais fortes que sejam as intempéries, o ponteiro sempre volta a apontar para o norte.

CONCLUSÃO

Recordamos um pouco nessa semana sobre a história dos valdenses. Um povo fiel à Bíblia por quase mil anos entre 820 a 1800, incrustados nos picos alpinos. Os jovens saíam de suas casas, despediam-se de seus pais e familiares para serem missionários em cidades idólatras e perseguidoras dos fiéis cristãos. Muitos nunca chegaram a voltar. A maioria brilhava por Jesus por uns poucos meses e terminava na fogueira. Os jovens valdenses brilharam mais que o fogo.

“Pedro de Bruis, se levantou contra a mundanidade e superstição da igreja romana. Durante 20 anos atraiu a atenção das massas para o sábado do quarto mandamento, observado pelas igrejas celtas das ilhas britânicas e pela grande igreja do oriente.” História de los Valdenses Del Piemonte, 12. Você tem sido fi el na guarda do sábado?

Finalmente depois de testemunhar por 20 anos, ele foi preso e condenado. Morreu na fogueira no ano de 1126.

Pedro de Bruis, Ananias, Misael e Azarias, e tantos outros jovens, foram brilhantes no testemunho de Jesus. Deus quer hoje seu coração por inteiro, sua vida completamente. Ele deseja fazer de você um jovem, um juvenil, um adulto vencedor. Decida-se a ser do Senhor Jesus ainda que a fornalha das provações seja aquecida 7 vezes. O “quarto homem da fornalha” quer sua dedicação e sua fidelidade a Ele agora.

Sermão preparado pelo Pr. Udolcy Zukowski

Diretor do Ministério Jovem

União Este Brasileira


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: