Trabalhando com Adolescentes na Igreja

27 02 2010

1. Evite trabalhar em cima de proibições, procure sempre discutir em cima de argumentação. Ao invés de dizer “Isso é errado…” procure leva-los a usar a razão, que está sendo rapidamente desenvolvida nesta fase, tipo: “Por que você acha que isso não é errado?” “Você já pensou nisso….?”. Ao discutir em cima de argumentos você se torna mais aceita e ouvida.

2. Procure se manter atualizada e falar sobre qualquer assunto pela ótica deles/delas. Filmes, roupas, artistas, etc. Mesmo que não façam sua cabeça, procure conhecer um pouco para não ficar alienada do mundo deles. Estar atualizada com o que eles falam é a porta de entrada para leva-los/as a ouvir o que você quer dizer.

3. Demonstre interesse pessoal a cada um/uma. Nesta fase a carência afetiva aumenta tremendamente e o medo de rejeição também. Eles querem saber que tem valor como pessoas. Saiba o nome e os/as chame assim. Tome conhecimento de questões particulares de cada um, e procure sempre mostrar interesse pelo andamento destas questões, mostrando que os assuntos deles são importante para você. Eles precisam sentir que tem valor para você. Isso abre tremendamente as portas.

4. Promova atividades que envolvam aventura e sociabilização. Eles tem energias para gastar, e devem fazê-lo em atividades da igreja. Além disso, gostam de estar com a turma. Procure reuni-los e tirar deles as informações sobre o que gostariam de fazer com os colegas da igreja.

5. Evite trata-los com crianças. Eles se sentem adultos e querem ser tratados como tal.

6. Lute por eles. Eles amam as pessoas que eles vêem fazendo o melhor por eles.

7. Organize programas na igreja onde eles sejam participantes e não espectadores. Lembre-se, mais uma vez: evite tentar leva-los a participar sozinhos, mas tente sempre envolver grupos. Eles são muito inseguros, e gostam de viver em turma. Um Coral Jovem, por exemplo é um bom caminho para envolver os jovens em uma atividade espiritual em grupo.

8. Ore muito por eles, e diga sempre isso para que eles saibam. Deus os conhece particularmente, e o que es sugestões gerais não fizerem, Deus lhe iluminará para saber e fazer.

Fonte: Capacitando a sua liderança

About these ads

Ações

Informação

22 respostas

18 10 2010
Ana Paula

Acabo de ser nomeada pela pastora como Líder dos adolescentes. Deus sabe muito bem que não tenho tanta paciência assim para lhe dar com eles, mas como dito pela própria pastora foi Deus quem me escolheu.
Gostaria de receber dicas de programas, gincanas, palestras enfim.
Desde já sou Grata!!!

Paz!!!

20 11 2011
Rafael

Doze qualidade de um jovem lider
Neste número queremos compartilhar 12 Qualidades necessárias na vida de um Jovem Líder. Todo jovem que deseja fazer a obra de Deus deverá buscar estas qualidades em oração até que cada uma delas sejam geradas pelo Espírito Santo no seu interior. Tornando-se assim, uma realidade em sua vida. Uma observação se faz importante aqui: O Espírito Santo trará uma profunda crise, até que estas qualidades sejam geradas no interior de cada jovem, que ardentemente desejar estas qualidades impressas em seu interior, em seu caráter.

1º – O Jovem Líder deve ser: Transparente
Nada melhor do que nos relacionarmos com jovens transparentes. Esta é a marca de alguém que tem vencido o orgulho e a necessidade de ser aceito. Jovens transparentes, são jovens livres; mais ainda, refletem segurança nos relacionamentos.

2º – O Jovem Líder deve ser: Ensinável
Jovens arrogantes e sabichões nunca aprendem nada. Se existe algo que nós jovens devemos aprender nestes dias, é a capacidade de sermos ensináveis. Disponibilidade para inclinar os ouvidos e o coração para ser ensinado, é um bom sinal.

3º – O Jovem Líder deve ser: Submisso
Uma das estratégias de Satanás na vida do jovem é fazê-lo rebelde e insubmisso. Submissão não é prisão, é liberdade. Submissão é uma dos segredos de uma vida longa, próspera e cheia de frutos. Jovens submissos às autoridades são jovens prevalecentes.

4º – O Jovem Líder deve ser: Tratável
É difícil conviver com alguém duro, resistente e cheio de razão. Jovens intratáveis nunca erram, estão sempre com a razão, justificam-se sempre e finalmente, nunca terão o caráter transformado. Afinal, são intratáveis. Aqueles que têm o coração amolecido por Deus se deixam tratar e se tornam grandes líderes na casa de Deus.

5º – O Jovem Líder deve ser: Humilde
Qualidade marcante de quem possui uma vida rendida diante do Senhor Jesus. Para estes não há lugar para o orgulho ou a soberba. Só há lugar para um coração despojado, entregue, rasgado diante do altar de Deus. Jovens com um coração humilde expressam a vida de Jesus.

6º – O Jovem Líder deve ser: Manso
Jesus disse que devemos aprender d’Ele, que é manso e humilde de coração, pois só assim encontraremos descanso para nossas almas. A humildade e a mansidão nos fazem ser semelhantes a Jesus, e traz descanso a nossa alma.

7º – O Jovem Líder deve ser: Cheio do Espírito Santo
Não pode ser cheio de si mesmo. Cheio de idéias e conceitos próprios. Deve ser cheio do Espírito. Na Bíblia, um dos símbolos do Espírito Santo é o vinho, símbolo de alegria e de vida. Assim os líderes jovens devem ser reconhecidos: cheios de alegria e cheios de muita vida de Deus – este é o nosso combustível ministerial.

8º – O Jovem Líder deve ser: Determinado
A determinação é um fator predominante na vida daqueles que querem vencer. Determinação é um ato da nossa vontade. Jovens de vontade livre terão mais facilidade para desenvolver esta qualidade.

9º – O Jovem Líder deve ser: Fervoroso
Este é o ingrediente que dá brilho ao ministério do jovem líder. Chega a ser empolgante observar alguns jovens no desenvolver de seu ministério. Há uma diferença entre um líder frio, um morno e outro fervoroso. O frio traz desânimo consigo, o morno não influencia em nada, enquanto que o fervoroso faz toda a diferença.

10º – O Jovem Líder deve ser: Motivado
Como é bom ter líderes motivados na igreja, e como é bom estar ao lado deles. Eles nos impulsionam a seguir em frente e vencer. Na verdade, a motivação do líder é responsável por 50% do êxito de seu ministério. Líderes motivados tem o crescimento desobstruído.

11º – O Jovem Líder deve ser: Disposto
Nada mais chato que tratar com pessoas indispostas. Geralmente não produzem nada, e tem a capacidade de influenciar negativamente, com sua indisposição, os que se mostram dispostos. Disposição é uma qualidade importante na liderança.

12º – O Jovem Líder deve ser: Ousado
E para finalizar, a bendita ousadia que nos conduz onde quer que o Senhor nos conduza. Uma pequena direção dada por Deus no nosso Espírito, nos fará avançar e prosperar naquilo para qual fomos dirigidos, sem qualquer dúvida, questionamento ou sentimento de incapacidade. O jovem líder que desenvolve esta qualidade, avança, prospera e supera suas próprias limitações.

LIDERANÇA CRISTÃ
-É a liderança exercida pelo cristão (a pessoa que Deus escolhe, dirige, e capacita, para administrar a sua obra e o seu povo conduzindo-o como pessoas). É o Senhor quem levanta líderes no meio do seu povo (Jr 3.15; 23.4; Ef 4.7-12). Liderança é um DOM de Deus, mas pode ser aperfeiçoada: Moisés foi preparado “no Egito e no deserto de Midiã” (At 7.22; Ex 3.1); Josué foi preparado “através do convivio com Moisés” (Ex 24.12-14; 33.11; Nm 27.18); Davi foi preparado “cuidando de ovelhas” (I Sm 16.11; II Sm 7.8); Eliseu foi preparado “derramando água nas mãos de Elias” ( II Re 3.11); Timóteo teve em “Paulo uma fonte de inspiração” (At 16.1-3; II Tm 1.3-6).

“Ficar”, uma atitude não cristã
Gilson Bifano fala desta prática que tem levado muitos jovens ao pecado
Fonte: Portal Elnet / Por: Alessandra de Oliveira
O namoro sempre existiu em diversas culturas através dos tempos. É a forma de duas pessoas se conhecerem melhor e, com mais intensidade, alguém com quem se pretende ter um relacionamento sério com vistas ao casamento. Mas, atualmente, para muitos jovens o namoro convencional perdeu status.

Não é de agora, por exemplo, que os jovens usam o termo “ficar”. A expressão surgiu na década de oitenta entre os adolescentes de 13 aos 17 anos que buscavam simplesmente o prazer sem qualquer perspectiva de compromisso. Ou seja, é um comportamento em que os jovens conversam, se beijam, se abraçam e até têm relação sexual, sem nenhuma responsabilidade pós-encontro. Não há nenhum vínculo emocional, afetivo,espiritual e, muito menos, trocas de endereço e telefone.

O “ficar” é uma armadilha do Diabo

Para o pastor Gilson Bifano, diretor e conferencista do Ministério Oikos (Ministério Cristão de Apoio à Família) esta prática não deve ser seguida pelos jovens cristãos. “Se ele tem um compromisso com Deus e encara o seu corpo, a sua sexualidade, como a Palavra diz, ele não vai ter esse comportamento. Devemos ser diferentes; sal e luz do mundo”, enfatiza o pastor. Na visão dele, o “ficar” é uma estratégia de Satanás para minar a pureza moral da juventude, neutralizar seu testemunho, e, posteriormente, estragar seus lares.

“O diabo utiliza vários métodos para levar o homem ou a mulher a uma relação sexual fora dos padrões de Deus. A Bíblia diz : “Não vos defraudeis uns aos outros”. Defraudar é passar dos limites da intimidade com uma outra pessoa que não seja o seu cônjuge. O texto declara que o sexo é para ser desfrutado entre o homem e a mulher no contexto do casamento. E o ‘ficar’, conhecido antigamente como o ‘arrocho’, é uma fonte de excitação, em que beijos ardentes e carícias em partes íntimas são praticados. Dificilmente, um jovem conseguirá ter uma vida de santidade em um relacionamento passageiro, sem um peso de responsabilidade e compromisso’, enfatiza.

A juventude precisa de santidade

Segundo Bifano, há uma grande diferença entre pureza e virgindade, já que alguns adolescentes se guardam para o casamento, mas mantêm outras práticas sexuais. Em contrapartida, existem pessoas que “perdem a virgindade” e, depois de se converterem, se arrependem e evitam a intimidade antes do casamento.

Para o pastor, a juventude cristã precisa repensar a sua atitude em relação ao namoro, ao noivado e ao casamento, não segundo a ótica do mundo que está sem Deus, mas dentro de uma visão bíblica equilibrada. “O tempo todo a televisão, o rádio, os jornais, as revistas, as músicas, as novelas e os filmes veiculam campanhas de incentivo ao sexo com o uso da camisinha. O importante não é ter relação sexual antes do casamento, mas sim a falta do preservativo. Com isso, os jovens estão absorvendo esta visão não cristã da sexualidade. É necessário influenciar mais e ser menos influenciado”, comenta Bifano.

As conseqüências do “ficar”

A proposta do “ficar”é levar esta geração a experimentar um pouco do outro de uma forma leviana. Além de gerar traumas, frustrações, decepções e até uma gravidez precoce. Segundo Gilson, os pais têm uma parcela de culpa nisso, já que muitos não orientam seus filhos. A questão da informação não é só da igreja, nem da escola. O que tem acontecido hoje é que a família tem transferido sua responsabilidade, e o resultado disso é uma vida sexual fora dos parâmetros bíblicos.

Esta tarefa tem que começar em primeiro lugar na família. E os pais devem estar capacitados para que haja um diálogo franco, contínuo e sem tabus. “Três coisas não são faladas muito em família: morte, dinheiro e sexo. Estes assuntos devem ser tratados no lar, de maneira natural, não apenas em forma de sermões, mas em uma conversa natural com os filhos desde cedo, sempre respeitando, é claro, as faixas etárias”, alerta Gilson.

O Namoro Cristão

Gilson Bifano acredita que existem princípios para o namoro cristão. E um deles é justamente o não “ficar”. Um relacionamento segundo a visão cristã é um período de conhecimento mútuo, de aprofundamento da amizade. “A intimidade física não é compatível neste período. Ela só deve acontecer, segundo a Palavra de Deus, no contexto do casamento”, enfatiza Gilson.

“O texto de Gênesis 2.24 diz: ‘Portanto, deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-à à sua mulher, e serão ambos uma só carne’. Neste trecho existe uma seqüência. Quando se tem esta experiência de ser uma só carne, antes de se casar, há quebra de princípio bíblico. E isso pode, e tem trazido, muitos problemas”, relata o pastor.

A Igreja e seu papel

Na opinião dele, os pastores precisam falar mais sobre este assunto, sem condenação. “A igreja tem que parar de apenas dizer que é proibido, mas também educar. Dar condições aos jovens para que eles não façam o que é condenado pela Palavra de Deus. É necessário um trabalho de conscientização em que a juventude seja esclarecida das conseqüências que advêm da quebra dos preceitos bíblicos. Isso pode ser feito através de palestras, congressos etc.”, adverte.
Para os jovens cristãos que estão na moda do “ficar”, o pastor dá alguns conselhos:

1- Repense no que Deus tem para sua vida.

2- Se está se relacionando indevidamente com alguém, deve reconhecer que esta não é a vontade de Deus e parar com tal atitude.

3- Deus perdoa nossos pecados. Ele morreu na cruz para perdoar os erros da humanidade. E, com certeza, a partir deste reconhecimento, Deus vai honrar e abençoar os seus caminhos.

O Jovem Cristão e a Internet
O CRISTÃO E A INTERNET

Fonte: http://www.vivos.com.br
Elias R. de Oliveira
A Internet foi criada em 1969, com o nome de Arpanet, interligava apenas quatro computadores de universidades nos Estados Unidos, e durante muito tempo ficou restrita à área acadêmica. No Brasil, a Internet chegou por volta de 1988, para auxiliar nas pesquisas universitárias, e sua operação estava subordinada ao Ministério da Ciência e Tecnologia. Mas foi somente a partir de 1995, que a Embratel, por meio de uma autorização do Ministério das Telecomunicações, disponibilizou seu acesso para o uso comercial. (Fonte: Editora Érica).
O crescimento da Internet no mundo é espantoso, são mais de 600 milhões de pessoas ligadas; os brasileiros são 5% deste universo, aproximadamente 30 milhões. A Internet é um mundo virtual muito semelhante ao real, nele encontra-se sites abordando todos os temas possíveis, especialmente: pornografia, sexo e assuntos espiritualistas.
Em meio a estas densas trevas a luz do Senhor tem brilhado, dissipando-as; eis que surgem diariamente novos pontos de luz, são sites que procuram honrar e glorificar o nome Santo do Senhor Deus, disponibilizando verdadeiros oásis, com águas puras que restauram vidas. Ao servo, a opção de honrar a Deus, acessando páginas dignas dos santos, ou, a satisfação da carne e suas conseqüências. Irmãos não esqueçam, as más ações, mesmo que virtuais são pecado e como tal, passíveis de condenação eterna. (1Co 6.12)
“Todo caminho do homem é reto aos seus próprios olhos, mas o Senhor sonda os corações.” Pv 21.2 (Veja também: Sl 7.9; 17.3; 139.1)
“…Eu sou aquele que sonda mente e corações, e vos darei a cada um, segundo as vossas obras.” Ap 2.23
Um teclado, um monitor e o mundo, literalmente um mundo pela frente. Assim é a Web; incontestavelmente um veículo altamente influenciado pelo maligno, e sabiamente usado por ele; que no anonimato da virtualidade oferece aos ávidos pelo pecado, a satisfação, em especial aos buscam a pornografia e filosofias espiritualistas e ou satânicas. A net envolve todas as faixas etárias, indistintamente. Constato que os cristãos em especial os jovens têm feito uso desta ferramenta para secretamente extravasar toda a maldade da carne. Anônimos, fora do alcance dos olhos de familiares, presbíteros, pastores e demais autoridades da igreja; encontram uma situação de liberdade que os encoraja a agir segundo as inclinações de seus corações e fazem coisas terríveis. Esquece-se que o Senhor a tudo vê e certamente tais pecados não passam desapercebidos diante do trono e serão cobrados no tempo oportuno (Ap 2.23).
Não é aconselhável ao servo de Deus:
1 – Acessar sites Eróticos e Pornográficos.
É preciso que os servos de Deus tenham o devido cuidado com a vida espiritual, não permitindo que a impureza se aloje, afastando-lhes da comunhão verdadeira com o Eterno. Amados, é um engano pensar que o acesso a tais páginas não produz um efeito devassador na vida, é praticamente impossível, não se contaminar com os desejos baixos produzidos pela carne. O Senhor nos deixa uma palavra clara de alerta contra a impureza, sua prática apaga o Espírito de Deus.
“Eles perderam toda a vergonha e se entregaram totalmente aos vícios; eles não têm nenhum controle e fazem todo tipo de coisas indecentes… Vocês fazem parte do povo de Deus; portanto, qualquer tipo de imoralidade sexual, indecência ou cobiça não pode ser nem mesmo assunto de conversa entre vocês.” Ef 4.19 e 5.3
“Ele castigará especialmente os que seguem os seus próprios desejos imorais e desprezam a autoridade dele.” 2Pe 2.10
2 – Sexo Virtual (masturbação ou conversas sensuais).
Sexo virtual é pecado! Sua pratica envolve masturbação, conversas impuras e baixas. O peso de sua prática assemelha-se ao da fornicação e ou adultério. Os seus praticantes estão destituídos da verdadeira comunhão com Deus e estão debaixo de condenação eterna.
”Vocês fazem parte do povo de Deus; portanto, qualquer tipo de imoralidade sexual, indecência ou cobiça não pode ser nem mesmo assunto de conversa entre vocês.” Ef 5.3
“Deus não nos chamou para vivermos na imoralidade, mas para sermos completamente dedicados a ele.” 1Ts 4.7 ; Hb 13.4)
“Que o casamento seja respeitado por todos, e que os maridos e as esposas sejam fiéis um ao outro. Deus julgará os imorais e os que cometem adultério.” Hb 13.4
3 – Bate Papo / Chat.
Estas salas de conversação são usadas por muitos para construir amizades e em outros casos, até falarem do amor do Senhor. Infelizmente, nota-se que as designadas aos Cristãos/Evangélicos dos grandes portais, são verdadeiras praças nas quais muitos freqüentadores influenciados por espíritos malignos se portam como filhos das trevas. Lamento a ingenuidade de muitos que insistem em “jogar pérolas aos porcos” (Mt 7.6) expondo ao ridículo a palavra santa do Senhor e, pela vida de muitos crentes que escondido atrás de um “Nickname” mostram suas inclinações pecaminosas, usando expressões baixas e mentiras. A consciência de uma vida santa deve envolver todo o nosso ser, a ponto de produzirmos os frutos do Espírito Santo em todas as situações, inclusive, nas ações numa sala de Chat, nossas palavras devem ser continuamente uma expressão de louvor a Deus. Oh graças!
“A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para saberdes como deveis responder a cada um.” Cl 4.6
”De boas palavras transborda o meu coração… nos teus lábios se extravasou a graça; por isso Deus te abençoou para sempre.” Sl 45.1,2
”Ordena e ensina… Ninguém despreze a tua mocidade; pelo contrário, tornar-te padrão dos fiéis, na palavra, no procedimento, no amor, na fé, na pureza.” 1Tm 4.11,12
”Põe guarda, Senhor, à minha boca; vigia a porta dos meus lábios” Sl 141.3
”E me pôs nos lábios um novo cântico, um hino de louvor ao nosso Deus…” Sl 40.3

”Habite ricamente em vós a palavra de Cristo; instruí-vos e aconselhai-vos mutuamente em toda a sabedoria, louvando a Deus, com salmos e hinos e cânticos espirituais, com gratidão, em vossos corações. E tudo que fizerdes, seja em palavra, seja em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus.” Cl 3.16,17
4 – Hackers e vírus
Internet é vista por muitos, como a última fronteira a ser desbravada. Com um simples PC e conhecimentos básicos é possível trazer para sim o título de “hackers”, invadindo sistemas, e proporcionando aos usuários enormes prejuízos. Infelizmente, encontramos nesta classe muitos queridos que se apresentam no dia-a-dia como crentes, claro, uma vida hipócrita, é impossível conciliar tal prática com uma vida santa e reta aos olhos do Eterno Senhor.
A rede está repleta de vírus e programas intrusos que se alojam no hd, trazendo sérios danos ao funcionamento do PC e ou captando informações pessoais (senhas, número de documentos, etc.). Aventurar-se na Internet sem algumas precauções mínimas é buscar para si, prejuízos; procure proteger o computador com programas contra vírus ou invasores (firewalls).
Hoje, além dos famosos vírus (cuja finalidade é violar as máquinas e desorganizar arquivos), encontramos na net os delinqüentes cibernéticos aplicando golpes nos usuários. Conheçam alguns:

a) Phishing – São enviados milhões de e-mails falsos, geralmente possuem como remetentes instituições conhecidas, como a Receita Federal, bancos ou organismos de proteção ao crédito, pedindo que se entre em um link. Este dá acesso a um site falso (clone do original), no qual são pedidos dados como conta bancária e senha.
b) Cavalo-de-tróia – São programas que se instalam dentro do micro abrindo portas para uma nova invasão. Eles surgem como e-mails ou links em uma página, geralmente, oferecendo atrativos. Através deste programa os estelionatários obtêm informações como nome, endereço, numero de CPF, número da conta bancária e senhas.
c) Spyware – Nome genérico dado aos programas de espionagem que se instalam no micro quando se acessa um site. Eles vasculham a máquina em busca de senha bancária. Para evitar os spywares, os bancos resolveram criar teclados virtuais em que a senha é digitada apenas se apertando o botão do mouse.
Amados, é preciso estar atentos, pois a Internet é uma ponte direta com o mundo do crime e com todo o nível de sofisticação que a mais moderna tecnologia pode proporcionar. Veja o que é necessário para navegar com cautela e evitar surpresas desagradáveis:
a) Antivírus – Instale um antivírus de preferência atualizado automaticamente (Sugiro o Norton).
b) Nunca forneça Senhas – Não informe sua senha a ninguém. Também não atenda a pedidos de cadastramento ou recadastramento bancário on-line sob nenhum argumento.
c) E-mails – Delete os e-mails nos quais o remetente seja desconhecido ou cuja identidade levante suspeitas. Não acredite em sorteios e nem aceite ofertas tentadoras e milagrosas. Cuidado ao abrir os anexos, até mesmo de pessoas conhecidas.
(As informações deste tópico foram compiladas da Revista Veja nº 1880)
Sites do Senhor.
Mas, em meio a este mar de coisas terríveis, visualizamos ilhas que são verdadeiros paraísos espirituais, nas quais podemos aportar e desfrutar das delicias que nos são apresentadas. Verdadeiro alimento que fortalece a nossa fé e concede-nos disposição para continuarmos firmes e inabaláveis na caminhada em direção à cidade santa. Estes sites devem ser visitados e ajudados, são pontos de luz em meio às trevas.
Amados Pais, Amados Irmãos:
O Senhor colocou em nossas mãos a responsabilidade pela instrução dos filhos nos caminhos santos (“Guardem sempre no coração as leis que eu lhes estou dando hoje e não deixem de ensiná-las aos seus filhos. Repitam essas leis em casa e fora de casa, quando se deitarem e quando se levantarem.” Dt 6.6,7), procure conhecer qual a vida que eles tem levado na Net, sente-se e os aconselhe, faça-os refletir sobre os perigos da rede, bem como, sobre a necessidade de serem santos em todo o proceder, seja no acesso a site impróprios, em chats e até mesmo na incompatibilidade da prática hacker.
Amados do Senhor estejam atentos e não se deixem enganar pela obra sutil do diabo. Lembre-se, ele anda ao nosso lado à procura de uma brecha, e encontrando-a entra e destrói a vida.
Vamos fazer uso da Internet de uma forma santa e edificante!
“Sede santos, porque eu sou santo.” 1Pe 1.16
A Bíblia e o Jovem Cristão
Fonte: http://www.militarcristao.com.br/estudos.php?acao=texto&id=278&pagina=0
Por Dinis Rodrigues
2Tm 3:16 Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; 17 Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.
Introdução: Sem dúvida a Bíblia é o livro mais publicado, lido, amado, odiado, criticado e defendido. Por ela pessoas têm vivido e morrido, lares se têm formado e desfeito. A sua mensagem tem influenciado mais gente que qualquer outro livro, e sobre a favor e contra ela há, provavelmente, mais livros escritos que sobre qualquer outro. Por crermos, descrermos ou estarmos simplesmente curiosos acerca dela estamos aqui hoje.
Só estas características nos deviam fazer pensar que, de facto, tem que haver alguma coisa de muito especial acerca da Bíblia.
Por ser impossível dizer tudo acerca da Bíblia, e como o tempo disponível mal chega para apenas começar, vamos limitar-nos a pensar um pouco sobre a sua importância para o Homem.
1. O livro que dignifica – a sua existência mostra a importância do homem para o Seu autor. Se assim não fosse não se daria ao trabalho de escrever uma tal mensagem. Ela ensina a igualdade dos homens, a justiça social, o respeito mútuo, a diferença entre os sexos mas não a superioridade de um sobre o outro. Proíbe discriminações e explorações, promove a paz, o amor e o bom entendimento entre todos os homens.
A Lei que foi dada a Moisés para o povo de Israel ainda hoje é um bom manual de vida e relacionamentos onde muito podemos aprender sobre estes princípios.
Não é por acaso que os povos que deram lugar à fé cristã e à Bíblia progrediram e melhoraram. Quem nos dera que tal se verificasse hoje pois o abandono dos seus princípios e ensinos levou o mundo ao estado de decadência moral, social, e outras que todos conhecemos e lamentamos.
2. O livro que revela – apresenta-nos o seu autor e diz-nos tudo o que Ele deseja que saibamos sobre Ele mesmo. A revelação natural, criação e mundo e sentimento religioso universal, apontam para a existência de Deus, mas é a Bíblia que nos diz quem e como Ele é. Não nos apresenta um conceito panteísta de Deus, indiferenciado, imanente, limitado à criação da qual faz parte já que ele é tudo e tudo saiu e volta para Ele. Mas um Deus pessoal, diferenciado, transcendente, criador, sustentador, profundamente interessado na Sua criação. Por isso ensina que o homem não é uma parte da energia total em evolução para se fundir no todo cósmico, mas também ele é gente, pessoa, diferenciado hoje e para sempre, com existência eterna como o Seu criador, mas diferente dele, e por isso também destinado a uma eternidade consciente e diferenciada.
3. O livro que informa – por ele recebemos uma cosmogonia e uma cosmovisão. Ainda hoje os homens procuram saber as origens do universo e da vida, a sua ordem e evolução, os comos e porquês. Não é por acaso que cada vez mais as descobertas científicas e as grandes famílias de cientistas e investigadores se inclinam para modelos e explicações que se aproximam daqueles que o livro de Gênesis nos apresenta. Claro que não há informações detalhadas nem pormenores técnicos, é que a Bíblia não é um manual de qualquer ciência mas apenas a palavra de Deus, a Sua revelação ao homem. Por isso, apesar de não conter erros ou inexatidões científicas também não traz informações nem detalhes nesses campos. A Bíblia não explica esse comos apenas os afirma.
Não é por acaso que na Bíblia não há nenhum livro ou capítulo que se dedique a provar a existência de Deus. Este livro maravilhoso apenas a afirma como fato inquestionável, perfeitamente conhecido e crido por aqueles a quem ela se destinou em primeiro lugar, o povo Judeu. Daí que a primeira afirmação da Bíblia, as sua palavras de abertura sejam “No Princípio Deus…” e depois começa a contar a sua história “No princípio Deus criou os Céus e a Terra”. Não há explicações por que também não há dúvidas, não há outra possibilidade que tão bem explique e coordene de forma lógica, racional e verdadeira os factos de todos conhecidos e para os quais, até hoje, ninguém conseguiu nem conseguirá uma explicação melhor nem mais simples.
4. O livro que responde – as grandes perguntas sobre o sentido profundo da vida, de onde viemos? Para onde vamos? Porque estamos aqui? Se Deus existe porque há sofrimento? É possível viver em Paz?
Claro que agora e nestes breves minutos não posso dizer-vos tudo o que ela diz sobre estas questões mas num breve resumo direi que a Bíblia nos ensina que viemos de Deus, somos feitura sua, não obras em série e descaracterizadas, mas peças perfeitas de artesanato, criadas à Sua imagem e semelhança, com atributos semelhantes e com uma compatibilidade tal que podemos Ter comunhão e ligação. Diz também que estamos aqui para viver o melhor possível, não de uma forma interesseira e egoísta, mas respeitando e amando o próximo com a nós mesmos, procurando obedecer e honrar a Deus com as nossas vidas, tirando prazer da vida, sim, mas não à custa dos outros e do seu bem estar. E buscando descobrir e viver o propósito ou plano de Deus para nós.
Termina dizendo que voltaremos para Deus. Não depois de muitas reencarnações mas de uma única morte e ressurreição, e que seremos julgados de acordo com as opções que tivermos tomados nesta vida terrena. Assim será determinado o seu futuro eterno, com Deus ou longe de Deus .
Por ela sabemos que o sofrimento não vem de Deus… é fruto do pecado… conseqüência do livre arbítrio do direito do homem determinar o seu rumo e destino… de fazer escolhas… Deus não criou robots subservientes mas homens conscientes e com auto direção…daí os abusos egoísmos prepotências desigualdades…. Podia mas não acaba com eles, mas ensina que um dia, por tudo isto nos trará a juízo.
Sim podemos viver em paz, com Deus…, connosco…, e com os outros….
5. O livro que ilumina – sozinho o homem não sabe para onde ir nem como caminhar. Segue as suas inclinações e desejos. Conseguiu estragar a sua vida e o mundo belo e maravilhoso que nos foi dado para viver e cuidar. Na Bíblia aprendemos a viver bem, com propósito, sentido, responsabilidade e uma visão conjunta de passado, presente e futuro. Aprendemos a viver para Deus e à maneira de Deus, para que juntamente com Ele, numa caminhada conjunta e frutífera alcancemos plenamente os alvos originais da criação. Realização e comunhão.
Realização do ser humano e das suas potencialidades orientadas para o bem pessoal e comum. Comunhão com Deus, fonte de vida luz e amor, de onde tudo nos vem e para quem caminhamos, procurando já hoje, aqui e agora viver com Ele e para Ele.
6. O livro que condena mas dá esperança – ao apresentar-nos Deus fala-nos do Seu amor, do Seu plano para o homem. Estas são as duas grandes correntes que correm paralelas e interligadas ao longo de todo o relato bíblico, revelação e redenção. Se por um lado aprendemos sobre o plano original de Deus e da consequente queda e afastamento do homem desse alvo, logo desde o princípio nos é apresentado o plano redentor que visa fazer retornar o homem à sua posição original, de comunhão com Deus.
Assim a Bíblia condena o comportamento errado do homem e chama-lhe pecado, desvio do plano original da Lei e vontade perfeita de Deus, e ensina que o castigo para esse pecado é único, a morte.
Ensina-nos que por causa do Seu amor Deus enviou Jesus o Seu filho que deu a Sua vida por nós, pagando Ele mesmo o preço da justiça divina, desfazendo o castigo que pesava sobre nós e libertando-nos assim de uma condenação eterna As suas próprias palavras são “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho, Jesus, para que todo aquele que n’Ele crê não se perca, mas tenha vida eterna”.
Aprendemos que não há um ciclo mais ou menos infindável de reencarnações sujeitas a uma lei de Karma, tirânica, fria, impiedosa que exige que o homem seja capaz de fazer tanto bem que anule todo o mal passado, o que é impossível e todos bem o sabemos. Em vez disso apresenta-nos uma obra feita e acabada. O que nos é impossível Deus já fez por nós. O juiz, santo, puro e perfeito que nos condena, torna-se Ele mesmo o redentor amoroso que paga o preço da nossa pena e nos oferece perdão total e eterno.
Quão superior a qualquer outra, quão mais amorosa, compatível com a realidade, com as nossas percepções e sentimentos é esta história redentora que pega no homem caído e o eleva às alturas da divindade, sem nunca o ser, pois Deus só há um, mas nos torna Seus filhos queridos, Seus herdeiros com o direito de vivermos e reinarmos eternamente com Ele, sem sermos Ele, mantendo toda a nossa individualidade e distinções. Em vez de aniquilamento, absorção, inércia, e mera contemplação, dá-nos uma vida eterna plena de significado e actividade consciente, realizadora e frutífera.
7. O livro único – sem ele andaríamos e viveríamos em trevas, sujeitos às modas ideológicas e filosóficas, fruto do esforço indagador e perscrutador do homem na sua busca solitária de respostas às suas questões. Seríamos, como muitos são, presa de humanismos de toda a espécie, frutos do pecado e do orgulho do homem, que escolhe deliberadamente rejeitar Deus, Sua existência, plano e amor. Por isso nada mais lhe resta que tornar-se centro e razão de ser de tudo, interpretando esse tudo em termos da sua pessoa, existência e importância, chegando assim a conclusões tanto mais erradas quanto mais o afastam de Deus e da verdade.
Pela Bíblia todos estes sonho e desvarios são desfeitos e, em troca, é-nos dada uma perspectiva correcta do universo, da vida, do seu propósito, do homem, das suas origens e futuro.
É necessário uma atitude semelhante à dos nossos antepassados que assumiram a verdade que tantas vidas custou mas que não era possível negar mais: a terra não é o centro do universo, este não gira á nossa volta. Assim também deixemos de ver o mundo e a vida como se nós homens fossemos o seu centro, e vamos crer e viver de acordo com a verdade eterna que a Bíblia nos revela: existe um Deus todo poderoso que nos ama e nos convida a voltar para si, para com Ele vivermos em plena paz e felicidade por toda a eternidade. Isto não exige nem esforço, nem evolução, nem pagamento ou retribuição da minha parte. Apenas um acto de fé, arrependimento quanto ao caminho passado, uma conversão ou volta no sentido do meu caminhar, voltando-me para Deus que já fez tudo, aceitando isso como facto consumado, inquestionável e todo suficiente. Começando, porque não, hoje e agora a viver com Ele e para Ele conforme a Bíblia nos ensina e recomenda.
Conclusão: Não admira portanto o conselho de Paulo Timóteo: 1TM 4:6 “Propondo estas coisas aos irmãos, serás bom ministro de Jesus Cristo, criado com as palavras da fé e da boa doutrina que tens seguido.” 4:12 “Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza.” 4:13 “Persiste em ler, exortar e ensinar, até que eu vá.” 4:16 “Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem.”
Apenas conhecendo, amando e praticando a Palavra seremos os filhos e filhas que Deus deseja Tg 1:22 “E sede cumpridores da palavra, e não somente ouvintes, enganando-vos com falsos discursos.” Só assim seremos o sal e a luz, pois a revelação e iluminação da Palavra sairá de nós para os outros Mt 5:13,14 “Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte;” Sem ela andaremos perdidos e errantes pois ela é e dá-nos a luz e direcção de Deus SL 119:105 “Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho.”
Se o temor do Senhor é o princípio da sabedoria e muitas outras coisas Pv 1:7 “O temor do SENHOR é o princípio do conhecimento…; 2:5 Então entenderás o temor do SENHOR, e acharás o conhecimento de Deus. 8:13 O temor do SENHOR é odiar o mal…; 9:10 O temor do SENHOR é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo a prudência. 10:27 O temor do SENHOR aumenta os dias…;14:26 No temor do SENHOR há firme confiança e ele será um refúgio para seus filhos. 14:27 O temor do SENHOR é fonte de vida, para desviar dos laços da morte. 15:16 Melhor é o pouco com o temor do SENHOR, do que um grande tesouro onde há inquietação. 15:33 O temor do SENHOR é a instrução da sabedoria…; 16:6… pelo temor do SENHOR os homens se desviam do pecado. 19:23 O temor do SENHOR encaminha para a vida; aquele que o tem ficará satisfeito, e não o visitará mal nenhum. 22:4 …e o temor do SENHOR são riquezas, honra e vida. Esse temor vem pela revelação e conhecimento que adquirimos pela Palavra, lida, crida, revelada e iluminada pelo Esp. Santo.
Já o salmista sabia que a única maneira de trilhar um caminho santo era pela observância da Palavra de Deus: Sl 119:9 – Com que purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra. 119:11 – Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti.
Vamos ler, amar, crer e divulgar a Bíblia. Ela era, foi e será sempre a eterna e actual Palavra de Deus para o homem.

27 01 2012
leonardo

muito obrigado

13 01 2013
lucyana

acabo se nomeada a liderança dos adolescentes da minha igreja e quero mto aprender com vcs para poder assim passa a eles. na graça é na capacidade dada por Deus.

25 10 2010
roselaine

sou lider de adolescente, ja tem um tempo mas acada dia aprendo mas com eles do que eles comigo, preciso muito dos frutos do espirito para lhe dar com eles ,pois cada um tem uma cabeça e alguns são muito debochados ai que entra a paciencia e a graça so Deus mesmo na nossas vida, a paz e obrigado pelo tema.

25 01 2011
Isabel de Souza

olá a Paz!!

gostaria de receber ideias de como trabalhar com esta galerinha que tem muitas duvidas sobre a Fé em Deus….vou começar a trabalhar com eles e se Deus me chamou eu digo sim!!

5 07 2011
Isadora Pereira Alves Galisa

Gostaria de receber dicas de palestras, gincanas e etc de como lidar com essa turma.

5 07 2011
Roberto Reis

meu conselho pra todos vocês, é que nunca deixem de ser criativos com eles, envolva-os sempre em tudo; e deixe bem claro a todos eles que o que vc está fazendo é pra eles . e procure ao orar com eles, deixe que em circulo, cada um deles fale algo que queira e ao final vc arremata com uma oração sobre o que eles pediram pra Deus.

5 07 2011
Roberto Reis

para a irmã ANA PAULA; eu lhe digo e passo-lhe uma idéia, de que no dia 16/07/2011; estarei fazendo uma “festa caipira” do Evangelho Quadrangular; no qual pertenço, e entregarei a cada jovem um convite para que convidem mais um jovem, amigo, ou alguém que queira dividir o espaço da festa consigo; e aos outros da Igreja para participarem deverão trazer 01 kg de alimento não perecível para entregar-mos a uma familia pobre; e aos irmãos da Igreja deverão trazer um pratinho de comidas típicas; É ÓTIMA A IDEÍA ; APROVEITE ENTÃO.

15 07 2011
katiuscia

ACABEI DE SER SEPARADA P TRABALHAR CM ADOLESCENTES NA MINHA IGREJA foi Deus quem me escolheu.
Gostaria de receber dicas de programas, gincana s, palestras enfim.
Desde já sou Grata!!!

27 09 2011
SANDRA

FUI NOMEADA LIDER DE ADOLESCENTES MAS ESTOU INCEGURA ,JA TRABALHEI COM ELES UMA VEZ MAS DESSA VEZ ESTOU PERDIDINHA ,SEI Q TENHO Q ME TORNAR COMO ELES E TER MUITAS ESTRATEGIAS TBM ,MAS PRECISO DE NOVIDADES POR FAVOR ME ENVIEE ALGUMAS .OBRIGADA

2 10 2011
luciana

eu tenho pouco tempo que o pasto colocou os adolesente na minhas nao eu agredido que foi DEUS que colocou na minha nao porque quando DUES coloca alga nas Nao porque Eli sabe que nos vamos fazer com amor se Voces pode mi ajuda com Alpiniã passa para mim eu fico grato

18 10 2011
Aline

Fui chamada para trabalhar com adolescentes junto com meu esposo e estou perdida, gostaria de ajuda com palestras, programações e outros.

13 11 2011
Rose Fraga

Sou da 3º Igreja Batista em Guarapari,tenho 38 anos e falo para todos que estão com duvidas em relação ao trabalho com os adolescentes.Eles são benção em nossas vidas e a experiencia que estou tendo em minha vida e unica a cada dia aprendo com os erros e os acertos deles.Acredito que Deus tem promessas para todos nós, tem provisão e com essas duas coisas vem os problemas e com els nos aprendemos.

20 11 2011
Laine

Fui convidada para trabalhar no próximo ano com adolescentes e estou insegura com medo de não ter êxito, pra mim é um desafio mas quero fazer, preciso de dicas e sugestões de atividades para trabalar com eles.

20 11 2011
Rafael

Meu nome é Rafael coperador da casa de Deus, Deus acabara de nos entregar em nossas mãos minha e da minha esposa um grupo de jovens.Agradeço a Deus por ter confiado esta em nossas mãos, pelo que eu era um jovem perdido, achava que era impossivel estar nessa posição, mas quando Deus nos faz uma promessa, ele é fiel para cumprir, ele péga o nada e faz dele um algém de responsabilidade, compromisso, carater e etç. Deus é a sabedoria, ele está conosco nesta batalha. FIQUE COM A PAZ DE DEUS igreja assembléia de Deus m: missão sede matão sumaré.

27 01 2012
leonardo

muito obrigado..

12 03 2012
Patricia

poderia me passar algo p q posso trabalhar com jovens da segunda perseverança,depois de 18 anos fui escolhida p trabalhar com jovens e estou meia perdida nos assuntos de hj…obrigada

16 03 2012
luciana

a paz eu queria saber como lida com os adolesente me manda uma ideia que eu possa ser mas creativa com os adolesente elis preseza de muita ideias

21 05 2012
maricelia tavares barbosa marinho

aceite ser professora de adolescente da escola dominical, confesso não tenho experiencias, mas gostaria de receber email.com infomaçoes, dicas , métodos de ensino em como lidar com eles. maricelia, macapá.

16 09 2012
Cristina Oliveira

Acabo de receber a liderança de adolescentes. Estou orando a Deus nas madrugadas pedindo sabedoria e capacitação de Deus para tal responsabilidade, e mesmo assim ainda estou um pouco insegura. Preciso de ajuda do Senhor e peço também que se puder me enviem dicas, dinâmicas, gincanas e etc. Desde já agradeço em nome de Jesus e que Deus os abençoe grandemente!

13 01 2013
lucyana

APRENDI MTO LENDO OS COMENTÁRIOS DE VCS!! QUE DEUS O ABENÇÃE

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: